Dicas para construir a sua calçada

Olá, seja bem vindo!
30 de agosto de 2017
Pisos Luminescentes
31 de agosto de 2017

Primeiramente, vamos lembrar que todos somos pedestres, porém temos necessidade individuais. Ao andar pela cidade, nos deparamos com milhares de problemas de acessibilidade e nem sempre as condições das calçadas são adequadas.

“ Portanto, ao pensar em construir nossas calçadas, devemos levar em consideração a necessidade de todos que trafegaram por ela, incluindo as necessidades especiais de pessoas com deficiência física, como cadeirantes. Desta forma, poderemos não apenas ter boas calçadas, mas também ter certeza de estar fazendo nossa parte com a responsabilidade social. ”

Por isso deixamos aqui algumas dicas para construção ou reformas de alçadas, seguras e de acordo com as normas vigentes.

1.    Verificar as condições da calçada para que não haja desníveis que possam causar acidentes aos pedestres, bem como serem antiderrapantes;

2.    Certificar-se que a largura da calçada esteja de acordo com o plano diretor da sua cidade e que facilite a passagem de cadeirantes;

3.    De acordo com a Norma – NBR 9050, os passeios devem ter inclinação transversal de 1% a 3%.

4.    A calçada deve ser construída a partir do meio-fio (guia) de concreto pré-moldado

5.    Águas pluviais nunca devem ser direcionadas por cima das calçadas;

6.    Nivelar com o piso as caixas de inspeção e visita (rede de água, esgoto e telefonia) de forma que fiquem livres para manutenção;

7.    Guia e fachada de edificações devem estar livres de obstáculos;

8.    O terreno deverá ser nivelado e compactado, removendo tocos e raízes; fazer lastro de brita com espessura mínima de 3,0cm;

9.    A calçada deve ser dividida em faixa de caminhabilidade com acesso livre, faixa disponível para mobiliário urbano, árvores e outros fins e faixa de acesso aos imóveis e rebaixo dos veículos.

10. Calçada com rampa na esquina exigem tipos de pisos recomendados para revestimento de calçadas. A Conclave Piso pode oferecer as melhores opções de piso para o seu projeto.

11. O piso intertravado é montado por peças de concreto em formato retangular (20×10), encontrados em diferentes espessuras que variam de acordo com a resistência necessária: 6cm, 8cm ou 10cm.

12. Os blocos de concreto devem estar em conformidade com as Normas Brasileiras NBR-9780 e NBR-9781, sem apresentar fissuras, vazios, bordas quebradas ou rebarbas, devem ter cantos vivos e cor uniforme, com pigmentos que resistam à alcalinidade do cimento, à exposição aos raios solares e às intempéries:

13. Existe muitos tipos de piso e revestimento para calçadas. O importante é levar em conta a segurança, acessibilidade, durabilidade e beleza de sua calçada

. Veja uma lista com as opções mais comuns:

·         Piso intertravados de concreto;

·         Pedra portuguesa;

·         Bloquete de concreto;

·         Pedra goianas antiderrapante;

·         Pedra Miracema;

·         Placas drenantes;

·         Calçada de Granito;

·         Calçada de Pedra basáltica;

·         Piso de concreto arquitetônico;

·         Piso cerâmico de alta resistência à abrasão.

 

Espero que estas dicas possam te auxiliar a escolher de forma adequada o revestimento para sua calçada. Vale lembrar que existem uma infinidade de opções de pisos para calçada, mas nem todos são ideias para todos os tipos de obra.

 

Caso você ainda tenha ficado com alguma dúvida estamos à disposição para realizar seu projeto. Entre em contato e solicite um orçamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *